Cookie

O Gamereactor utiliza cookies para assegurar que lhe proporciona a melhor experiência possível no nosso site. Se continuar, vamos presumir que está satisfeito com a nossa política relativa a cookies.

Português
Gamereactor
análises
OlliOlli 2: Welcome to Olliwood

OlliOlli 2: Welcome to Olliwood

Vão sofrer com este jogo de skate, mas será um bom tipo de sofrimento.

HQ

No passado tivemos a oportunidade de conhecer a rapaziada da Roll7 durante algumas visitas aos estúdios, e pareceram-nos sempre tipos simpáticos. Mas por trás das conversas amigáveis e dos sorrisos fáceis parece esconder-se um lado sádico para a sua personalidade coletiva. Ou pelo menos é isso que os últimos níveis de OlliOlli 2: Welcome to Olliwood, de arrancar cabelos e atirar comandos, nos levam a pensar.

Se jogaram o original, podem ter uma boa ideia do que vão encontrar em Welcome to Olliwood. Se não jogaram, a premissa é basicamente esta: controlam um skater, enquanto deslizam por canos e fazem movimentos ao longo de uma pista de obstáculos, tentado aterrar com toques precisos nos botões. Existe uma boa variedade de truques ou movimentos que podem fazer com o analógico direito, mas para receberem os pontos, têm de carregar X no momento certo.

Existem algumas diferenças, mas para a maior parte, esta sequela é uma continuação consistente dessa estrutura. O jogo original, na PS Vita, parecia perfeito para essa plataforma, mas desta vez decidimos experimentar a sequela na PlayStation 4. A verdade é que o jogo também se joga bem na consola "mãe" e com um grande ecrã, mas tal como o original, OlliOlli 2 é fantástico para curtas sessões de jogo, perfeitas para a portátil. Com uma mecânica que permite recomeçar rapidamente as pistas, inclui o mesmo ciclo viciante/frustrante de "só mais um" que a série Trials da Ubisoft tão bem impõe nos jogadores.

Cada tentativa pode durar pouco tempo, mas não pensem que vão conquistar os níveis rapidamente, porque vão precisar de muitas tentativas. OlliOlli 2 é um jogo brutal, extremamente exigente com o jogador, embora existam várias camadas de habilidade que podem tentar. O mais básico passa por simplesmente completar os 50 níveis - metade amadores, a outra metade profissionais -, mas mesmo alguns amadores podem ser bastante desafiantes.

OlliOlli 2: Welcome to Olliwood

Apreciamos um bom desafio nos videojogos, mas parece-nos que OlliOlli 2: Welcome to Olliwood se torna exigente demasiado cedo. Não nos importamos de tentar alguns desafios estupidamente difíceis, mas isso precisa de ser feito através um processo de adaptação moderado. Essa curva de dificuldade devia ser mais longa em OlliOlli 2, que em pouco tempo pode começar a provocar momentos de grande frustração. É uma espécie de relação amor/ódio, em que nos fartamos de perder sucessivamente ao ponto de deixarmos o jogo... mas acabamos sempre por voltar para uma nova tentativa.

Estamos a falar apenas da dificuldade que é acabar algumas pistas, nem referimos os fatores extra. Cada nível amador tem cinco objetivos secundários, que quando completos, abrem um novo nível profissional nesse mundo, somando os 50 níveis do jogo. Completar esses objetivos extra nos níveis iniciais é já por si só um desafio exigente, mas eventualmente começa a tornar-se quase impossível e só com grande precisão, paciência e dedicação vão completar tudo.

Em OlliOlli 2 existe sempre espaço para crescerem e evoluírem. Depois de começarem a dominar o timing necessário para os saltos, os truques e os grinds, podem voltar para os níveis que já completaram, seja para tentar um resultado melhor, apanhar itens ou realizar os truques necessários para desbloquearem os objetivos. Como a repetição faz a perfeição, enquanto tentam completar estas facetas secundárias dos níveis anteriores, podem evoluir naturalmente a vossa habilidade com o jogo. Mais tarde, ao tentarem um nível em que estejam encalhados, podem afinal descobrir que já têm capacidade para superar os obstáculos.

A sequela tem alguns truques novos relativos ao jogo original, de onde se destacam os movimentos que permitem ligar vários grinds diferentes, criando combinações e pontuações exorbitantes. Além de alguns truques novos, também existem umas rampas onde podem experimentar as vossas habilidades e que permitem ganhar velocidade se forem usadas com o timing certo. Se gostam de obter grandes pontuações e mostrar várias combinações de movimentos, vão encontrar mais espaço para expressarem a vossa criatividade nesta sequela.

OlliOlli 2: Welcome to OlliwoodOlliOlli 2: Welcome to OlliwoodOlliOlli 2: Welcome to Olliwood

Outras funções do jogo original estão de regresso para OlliOlli 2, como o Daily Grind, uma função que permite treinar nas pistas sem consequências reais para a pontuação. Outro modo de jogo é o RAD, ideal para curtas sessões de jogo - só podem registar a pontuação nas tabelas online com uma única combinação de movimentos e truques.

O jogo inclui cinco 'mundos', cada um composto por vários níveis, quase todos mais interessantes que os cenários do OlliOlli original. Não só são os cenários mais interessantes, como existem agora vários percursos alternativos, que asseguram maior variedade. Visualmente existe um melhoramento geral notório, desde os cenários às animações da personagem. Já a banda sonora cumpre bem o seu papel, acompanhando bem as tentativas desesperadas do jogador para melhorar a sua pontuação.

Um fator curioso (e algo negativo) de OlliOlli 2, pelo menos na nossa opinião, é que esta sequela não permite usar o D-pad. O original podia ser jogado com o direcional na PS Vita, mas a sequela só pode ser jogada com o analógico, seja na portátil ou na PlayStation 4. Uma falha, sobretudo porque é o tipo de jogo que pode obrigar a um grande desgaste do analógico.

OlliOlli 2: Welcome to OlliwoodOlliOlli 2: Welcome to Olliwood

Tudo somado, OlliOlli 2: Welcome to Olliwood é uma sequela muito positiva. Existe muito conteúdo para tentar bater e os desafios vão agarrar os jogadores mais empenhados durante largas horas. Mesmo os que preferem uma abordagem mais ligeira vão encontrar muito que fazer enquanto tentam completar todas as pistas. É um jogo difícil, não criem nenhumas ilusões do contrário, e devem ponderar se estão dispostos a sofrer com a inevitável frustração. Se sim, vão adorar OlliOlli 2.

A Roll7 também vai lançar um modo cooperativo para quatro jogadores, numa atualização, mas por esses mesmos motivos, não nos foi possível experimentar esse modo de jogo.

HQ
OlliOlli 2: Welcome to OlliwoodOlliOlli 2: Welcome to Olliwood
08 Gamereactor Portugal
8 / 10
+
Melhoramento gráfico em relação à sequela. Cenários mais interessantes. Boa longevidade.
-
Curva de dificuldade podia ser um pouco mais gentil. Não suporta o D-pad.
overall score
Esta é a média do GR para este jogo. Qual é a tua nota? A média é obtida através de todas as pontuações diferentes (repetidas não contam) da rede Gamereactor

Textos relacionados



A carregar o conteúdo seguinte